Postagens populares

domingo, 21 de julho de 2013

Vandalismo?!

Nunca, na história desse país, a palavra vandalismo foi tão enraizada nos conceitos sociais.

Serei breve, porém claro em minhas afirmações: sou contra a qualquer manifestação com o uso da violência e agressão.

Não posso negar o quanto é assustador vislumbrar atos de saques, testemunhar tanto vandalismo em atos alusivos a mudanças e relatar tantas ações que fogem ao conceito da urbanidade.

E o que seria urbanidade? O que seria vandalismo?

Urbanidade seria viver socialmente com todos os urbanos, já o vandalismo seria um ato de depredar, moral ou fisicamente, o patrimônio existente.

Em pontos, sem belas frases de impacto e sem qualquer tipo de filosofismo, vivemos, sim, em uma sociedade mais egoísta e passiva, que sofre todo o tipo de ameaça e agressão existente.Resumo ao termo: agressão, ou violência, estatal... eis o que vivemos todos os dias.


A violência estatal está desde a quantidade de impostos arrecadados e desviados do seu fim, passando pela falta de acesso à saúde e educação, tocando a simples sensação de sardinha enlatada no solavanco do transporte público que consome o nosso tempo e a nossa paciência.

O ser só pode ser urbano com dignidade, já que ao contrário será, e é, o simples reflexo de um animal maltratado pelo seu dono, que revestido do poder imperial castra todos os anseios e desejos, fazendo com que a vontade alheia a liberdade e ao desenvolvimentos extirpem o verdadeiro eu de quem vive, deseja e sobrevive.

Se hoje existe violência, vandalismo e vaias, nada mais do que o trecho final do primeiro ato, primeiro assalta, primeira violação.Vândalos sim, mas alunos dos verdadeiros professores que sucateiam a máquina pública e surrupiam toda a influência do poder em vontades e desdenhas floreadas do ego.

Os vândalos que quebram, saqueiam e destroem são, no mínimo, alunos pós-graduados de um sistema maio de ensinamentos regrados de roubos e prevaricações, sistema que é fruto do próprio ser, mas domina o ser como uma criatura chamada poder.

Infelizmente um país que rasga direitos trabalhistas,quanto a segurança do trabalho dos operários para construir estádio não está pronto para atos pacíficos, tão como um país que tem um avião de uso estatal vistoriado por um outro país aliado politicamente não sabe o que é a verdadeira política.

Vamos prender todos os vândalos, mas reeducar nossos passos, respeitar mais o próximo e deixar de pensar pequeno, ser pequeno e agir como pequenos.

Fato é que os manifestantes que quebram, depredam e sucateiam o patrimônio público seguem os ensinamentos de todos os políticos que destroem o país, enquanto a imprensa vende uma anarquia e o povo não observa que o verdadeiro vandalismo surgem do executivo, legislativo e judiciário, todos representantes da nações, mas que representam os vermes que depredam a sociedade.

sábado, 22 de junho de 2013

Manobra

Pontos fortes, e chave, no pronunciamento da Dilma:
- promessa da analisar o reivindicado nas ruas;
- reforçar que o movimento, mesmo que democrático, tem violência de uma minoria que atrapalha;
- enaltecer o apoio a Fifa, pedindo cordialidade do povo;
- abandonar as cores do partido petista.

O que mais assustou  no pronunciamento da Dilma, não com pelo discurso pronto e pela conclusões lógicas, foi o abandono do traje vermelho, cor oficial do partido petista.

Ora, vejamos, quantas vezes a "presidenta" pronunciou seu discurso com cores não alusivas ao partido petista.

O layout, todo o cenário, e toda a característica, além do discurso, afastou, por completo, a participação do PT naquela voz presidencial.

Tal fato, com toda a certeza, não faz parte de um racha político,muito menos de um abandono partidário, mas sim de uma proteção institucional a continuidade daquele partido.

Eis o medo, pois o fato de desvincular o partido em um momento tão forte é o mesmo que apoia a integridade da corja que precede aquele esquema partidário, em nome de um suposto sacrifício próprio, mas visando uma continuidade partidária no poder da presidência, ou seja, acredito que o Lula tome a mesma postura ingrata que Getúlio tomou, voltando ao poder em nome de suprir uma suposta anarquia.

No mais, o movimento terrorista da
Dilma, além de embolado, permaneceu entrelaçado com o movimento sensacionalista da Globo, tudo em prol do medo social, o que demonstra o melhor momento de, realmente, organizar passeatas com mais centralização para evitar tumultos e confusões.

O movimento é em prol do pais;logo, não podemos deixar que os vermes da república dominem o cenário atual.

No mais, de fato, não existe a anarquia, muito menos um estado de desorganização social, o que existe, e está surgindo, é uma manobra para novas oportunidades de grupos escusos e ilegítimos que insistem em dominar um país.

O Brasil é o nosso objetivo, a democracia é o nosso ideal e o nosso objetivo é a igualdade social.

A marcha é o avanço para a Ordem e o Progresso social.

terça-feira, 11 de junho de 2013

Dia dos Namorados

Ame, mas ame com amor e dedicação.

Não tenha a vergonha de dizer que ama, de chorar ou de sorrir, de ter arrepios ou sentir saudades, pois tudo é resultado do amor.

Você não precisa de um dia para celebrar o amor, pois devemos amar sempre, sem pudor, sem vergonha e sem restrição.

Se o amor quebrou, o destino conserta, mas se o amor conservar, eis que o destino será o conserto de duas almas que vivem em um único estado de espírito, o amor.

--------------------------
SonetoDo AmorTotal ViniciusdeMoraes

Amo-te tanto, meu amor... não cante O humano coração com mais verdade... Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade.

Amo-te afim, de um calmo amor prestante E te amo além, presente na saudade Amo-te, enfim, com grande liberdade Dentro da eternidade e a cada instante.

Amo-te como um bicho, simplesmente De um amor sem mistério e sem virtude Com um desejo maciço e permanente.

E de te amar assim, muito e amiúde É que um dia em teu corpo de repente Hei de morrer de amar mais do que pude.

Rotulagem

Antes de observar, vale a seguinte orientação: em vermelho = o texto; em caixa alta = reflexões.

Inúmeros “blogues” e uma grande gama de informações, algumas úteis, outras inúteis e muitas necessárias.

Evolução é uma necessidade, aprender com a evolução é o mais importante!


Vivemos em um mercado capitalista, onde a demanda determina o objeto de consumo, o que necessitamos, onde e como, sempre orientado a alimentação de nossas expectativas, nossas vontades e nossas necessidades.

Proporcionar a alegria e buscar a felicidade são fontes para a harmonia e paz.

Será que absorvemos tantas informações???

Sonhos existem com um verdadeiro ideal: realizar. Mesmo que impossível, distante ou inseguro, mesmo até que abstrato, realize o seu sonho dentro do possível.


Orientamos o nosso cenário político, observamos novas expectativas e aumentamos o nosso ego com agradáveis leituras, mas colocamos em prática?

Se a paciência parece inimiga do tempo lembre que o tempo é o senhor da razão.
Tenha paciência dentro do limite, pois o próprio tempo lhe trará a razão.

Informações, desabafos, relatos e dicas para uma vida melhor, mas como caminhamos com tantas informações?

Ser humano não é somente uma concepção de existência, é dar valor a existência.

É hilário como analisamos tantos casos, tantos exemplos e tantas vias para nossas soluções e desperdiçamos, tal como quem observa uma leitura e assiste mero expectador, sem, sequer, colocar em prática o que vislumbra como um mundo de conforto e oportunidades.

A felicidade não é somente um estado de espírito, é o resultado do nosso esforço em busca do bem e da paz.

A vida não é só um conto de história, muito menos é baseada na história alheia, não!

O impossível é não fazer o impossível; portanto, siga!

A vida é a nossa história, a nossa realidade e o que, realmente, vivemos servindo os exemplos que visualizamos em uma grande rede social para uma grande estrada carnal.

Cada dia é um novo dia, um novo tijolo, uma nova parede. A vida é uma construção, onde o verdadeiro pilar é a força da nossa alma.


Do que adianta ler, repassar e aclamar inúmeros textos se não colocamos as suas orientações em prática?

Um dia melhor não depende somente do próximo, depende de suas ações e reações.
Pare, pense e depois faça!

Se você procura amar, ame!
Se você procura evoluir, caminhe!
Se você procura consolo, conforte-se!
Se você procura solução, responda!

É lindo observar o amor surgindo na rede, é maravilhoso desvelar histórias de lutas e conquistas, mas é cruel só ler sem colocar em prática.

Se você procura mudanças honestas e sinceras, cordiais com a sua história e orientadoras da sua realidade, coloque em prática.

Existem dias medíocres e dias gloriosos. Quase todos os dias são medíocres, porém os dias gloriosos existem quando superamos a mediocridade.

O ser, nem sempre, é o que deseja ser, mas sempre é o que observamos de verdade, atualmente.

Sonhos existem com um verdadeiro ideal: realizar. Mesmo q impossível, distante, inseguro ou abstrato, realize o sonho dentro do possível.

Leia, estude, pratique o que você compreende de inúmeros textos, mas não somente leia.

Continue sorrindo, siga em frente e tenha fé, pois amar não é crime, muito menos amar tudo aquilo que você realmente gosta.


A mudança é uma oportunidade revestida de atitude, já a verdade é o que fazemos com as nossas oportunidades!

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Pensamento do Dia.

Muitas vezes pensamos o que desejamos do próximo, mas esquecemos de tratar o próximo como gostaria de ser tratado.

Você não precisa pensar e traçar um futuro melhor em um plano concreto, você só chegará a tocar num futuro quando realizar atitudes concretas.

Realize, sempre, pois planejar ao extremo prejudica o presente e retarda o futuro.

domingo, 9 de junho de 2013

O Bem.

Semente oportuna, que nasce de um gesto natural e precede bons frutos com a sua germinação.

Assim é o bem, não materialmente falando, mas sim pela composição espiritual do seu voluntariado.

O bem é caridoso, supremo, feliz e honesto, característica básicas para a harmonia, além de um resultado futuro amparado pela tranquilidade e felicidade, parecendo muito com um remédio homeopático, todavia ele conserva a nossa saúde e gera um bem-estar proporcionou a paz.

Por mais que pareça difícil, por mais que pareça dolorido, por mais que seja adverso, pense sempre no bem!

O que é bom, apreciado leitor, afasta a impureza que consume o viver, tal como uma gotícula de amor lançada no oceano, um abraço em momento oportuno e uma palavra positiva vivenciando uma recomposição espiritual e moral.

Plante o bem, semeie com amor e cultive com alegria, pois pacientemente, mesmo com toda a tempestade, verá que o verdadeiro fruto é aquele plantado com o mais puro desejo da alma humana.

Plantamos o nosso desejo com a mais pura intenção, germinando a expectativa no solo sensível de nossa alma, mas agora temos que cultivar o nosso bem, sempre com toda a ternura possível e com toda a fé existente, pois o fruto sempre é bom, sempre é benéfico e sempre é, na mais singela palavra, saboroso.

Amamos sempre aqueles que amam viver, pois o nosso viver é o despertar da nossa existência; logo, mesmo que o golpe pareça desproporcional ao nosso equilíbrio, devemos, sempre, relembrar que o verdadeiro remédio contra as chagas da vida é o simples ato de querer o bem.

Pessoas legais, honestas e guerreiras merecem todo o carinho, afago e auxílio para a caminhada.

Vamos caminhar!

domingo, 7 de abril de 2013

Frase do Dia.

Sonhos existem com um verdadeiro ideal: realizar. Mesmo q impossível, distante, inseguro ou abstrato, realize o sonho dentro do possível.


Faz de Conta.

Em um país que tudo é harmonia, democracia e utilidade pública, três fatos assustaram a democrática e eclética república tupiniquim.

1) Nem tudo é harmonia... 

Inclusive quando observamos o dinheiro do contribuinte beijar o abismo da inflação.


Impossível compreender o discurso da"presidenta", o qual mostra a mesma coerência com o legado das obras públicas do século XXI.

Antigamente o discurso era de obras perpétuas, que debruçam o poder do estado e demonstram sua força ao tempo. Fácil observar obras grandiosas, reflexos de um país estadista, resistindo ao tempo e ao vigor da utilização(ponte Rio-Niterói, Linha Vermelha etc).


Agora, vislumbramos as maravilhas de um mundo aberto, onde o mercado influencia a modernidade, onde o designer mostra arrojo e desenvolvimento de uma nação que deseja um legado.



Legado como a Cidade da Música, Estádio do Engenhão e o túnel o BRS da Barra, todos novos, com menos de 10 (dez) anos de construção, e sucumbindo ao desgaste precoce de um tempo que jamais existiu, exceto para o desvio de verbas em prol das obras superfaturadas.


2) Nem tudo é democracia... 

Onde um representante eleito pelo povo assume uma função de grande importância para a proteção dos Direitos Humanos, tudo oriundo de acordos escusos das alianças políticas - quadrilhas legalizadas na forma de partidos-, além do grande impulso chamado corrupção.


O Deputado Feliciano, representante de um partido aliado, nada mais é do que um representante da verdadeira escória e devaneio social contemporâneo.



Ele veio do povo, alucinado pelo preceito religioso que elege seus representantes, abraçado pelas alianças partidárias e representando um povo desinformado, desigual e iludido.


Neste ponto tenho que discordar de uma grande maioria que repudia o ilustre deputado, pois o mesmo é fruto de uma politicagem hipócrita, oriunda de uma sociedade hostil e calçado por mentes preconceituosas que se fingem de cordeiros.

Ora, tenho uma bela recordação da entrevista do Silas Malafaia no programa "De frente com Gabi", onde a repórter bombardeou o pastor indicando seus preceitos supostamente preconceituosos.

Seria errado falar que a legislação homo afetiva tem partes inconstitucionais?

Todavia, naquele momento, existia de um lado a cegueira imposta pelo vulto intolerante de preceitos religiosos interpretados equivocadamente, já do outro existia uma intolerância maior, pois jamais existiu a real vontade de entrevistar, mas sim a vontade de atacar.

Lembro que em um programa anterior, neste sendo entrevistado o ex-jogador de futebol Edmundo, ocorreu um ataque parecido, porém a resposta do jogador foi de um grande desafio, mostrando que o preconceito não parte dele, dela ou de alguns, mas parte de todos.

A resposta foi simples, girando na concepção social de que o natural é o artificial, aonde todos colocam capa em padrões estéticos-sociais, pois, realmente, seria quase que impossível uma pessoa assumidamente gay galgar vários aspectos no mercado de trabalho, tendo em vista a incoerência de mentes que se dizem liberais, porém são as primeira a atacarem padrões que saem de uma suposta normalidade.

O que é normal é respeitar o limite, a vontade e o destino do próximo, cumprindo a lei, admitindo que todos possuem uma mesma essência e, além de tudo, compreender que a sociedade deve ser diferenciada, pois todo o que é homogêneo toca o vão da incapacidade e do retardamento.  

3) Nem tudo é utilidade pública...

Leituras, debates e propagandas de avanços culturais, tudo no vulto de eleger futuros presidentes, governadores e deputados.

É incrível como existe um antro que movimenta a máquina pública em prol das eleições, tudo vidando candidatar-se ou candidatar o seu aliado.

Se não basta a falta de utilidade pública do marketing governamental, o país ainda tem regiões devastadas pela seca, um baixo desenvolvimento na educação e serviços públicos precários.

O ônibus que despencou de um viaduto não caiu pela culpa exclusiva dos motorista e do passageiro, mas sim da culpa de um sistema que comporta verdadeiras indústrias da carta marcada em licitações.

É simples, a empresa que transporta passa pela licitação, forma um consórcio fraudulento e domina o mercado, de uma certa região, como o monopólio do transporte, tudo em tarifas fixas, com o aval da legalidade passada pelo governo municipal.

Se não bastasse o lucro dos empresários, os mesmo buscam faturar mais e mais, extrapolando a jornada do motorista, que em muitos casos é motorista e cobrador, além de incentivar o mesmo a acelerar a viagem para comportar um número maior de trajetos (um transporte rápido diminui a necessidade de aquisição de novos veículos).

O motorista que correu e bateu é fruto da ganância do seu empregador, já o passageiro que agrediu o motorista é fruto da ignorância, que reflete a intolerância e a incapacidade do ser em desenvolver.

A falta de educação gera tudo, porém tudo o que é negativo, mas para tal fato o governo determinou a baixa da idade para o início da alfabetização, o que parece, no mínimo, uma propaganda governamental, pois todos sabem que o poder público mal tem uma capacidade para licitar, agora imagine administrar escolas e ministrar a educação?

O Brasil vive a sua pior fase, a fase da superficialidade e imaginações.

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Frase do Dia.

Continue sorrindo, siga em frente e tenha fé, pois amar não é crime, muito menos amar tudo aquilo que você realmente gosta.

Amar tem que ser mais do que um verbo, tem que ser uma lição para o aprendizado contínuo de uma vida plena.

sábado, 30 de março de 2013

Feliz Páscoa.

Que não seja, somente, a data para contemplar a doçura do chocolate, mas sim a doçura de contemplar a história mais bela da humanidade, onde um homem simples, de carne e osso, entregou sua vida para contemplar e transmitir os ensinamentos de uma vida verdadeira em fé.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Frase do Dia.

Cultive a amizade, aventure-se e dê o seu melhor sorriso. Que seja uma receita de felicidade!



quarta-feira, 13 de março de 2013

Pensamento do Dia.


A vida é um doce mistério que devemos desvelar para compreender que existe razão.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Frase do Dia.

Sonhos existem com um verdadeiro ideal: realizar. Mesmo que impossível, distante ou inseguro, mesmo até que abstrato, realize o seu sonho dentro do possível.

segunda-feira, 4 de março de 2013

Frase do Dia.

Existem dias medíocres e dias gloriosos. Quase todos os dias são medíocres, porém os dias gloriosos existem quando superamos a mediocridade.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Pensamento do Dia.


Cante sempre!

Esqueça a chuva, a tristeza e a amargura, pois uma alma só caminha quando está leve, limpa e feliz.
Cantar purifica a alma, eleva as vibrações positivas e afasta qualquer tipo de prisão.


Cante... seja feliz!

Obs.: parei por muito tempo, refleti e aprendi em inúmeros caminhos, mas sempre acredito na evolução humana em todos os seus aspectos.

O amadurecimento faz parte de uma vida repleta, plena de fatos e coerentes aos acontecimentos.

Voltei, com o mesmo desafio dos tempos remotos, porém com a expectativa da mudar e mudar a concepção dos acontecimentos.

Wellington Camargo de Paulo.